Skip to content
The Aetherius Society

A Iluminação e mais além

As três primeiras das Nove Liberdades – nomeadamente a coragem, o amor e o serviço – conduzem-nos à quarta liberdade – a iluminação.

  1. A Iluminação

A iluminação é muito mais difícil de alcançar do que muitos têm a noção, e muito mais grandiosa do que qualquer de nós pode verdadeiramente imaginar – a menos que já estamos iluminados! É um estado maravilhoso, glorioso e muito sagrado – muito mais profundo, e muito mais místico do que a mera paz de espírito básica, ou mesmo a visão psíquica avançada.

Ela é a quarta das Nove Liberdades – e, como tal, resulta da coragem, amor e serviço – as primeiras três Liberdades. Neste texto profundo mas também muito prático, Marte Sector 6 explica que devemos começar por aplicar corretamente as nossas capacidades físicas e mentais, e então, se desenvolvermos e aplicarmos corretamente as nossas capacidades psíquicas, isso “começará a abrir a porta da iluminação.”

O próximo passo é “a transmutação das energias mentais no plano da inspiração, chamada intuição elevada.” Neste estádio, o aspirante espiritual é capaz de meditação e, ao praticar a meditação, “abre a porta, ainda mais, de maneira a que a brilhante vibração duradoura da iluminação o (ou a) rodeie para sempre”.

Isto pode parecer complicado – mas isso é só por nos ser pouco familiar. Marte Sector 6 afirma que “a ignorância é o resultado da complicação criada pelo homem terrestre, por isso, a iluminação é simplicidade.” É o materialismo que é complexo; ao passo que a Divindade é infinitamente simples. Ao rendermo-nos a esta simplicidade – alcançaremos a iluminação.

  1. A Consciência Cósmica

A consciência cósmica é a quinta das Nove Liberdades. Como tal, ela está acima da iluminação – ou, por outras palavras, é um grau ainda mais elevado de iluminação do que o descrito na Quarta Liberdade. Algumas pessoas têm vislumbres deste estado anterior à iluminação, tal como é descrito no livro Cosmic Consciousness, de Richard Maurice Bucke, recomendado pelo Dr. King, mas o estado completo, tal como é descrito por Marte Sector 6, é na verdade muito raro.

Em As Nove Liberdades, o Dr. King descreve a sua própria experiência da consciência cósmica fascinantemente ao pormenor, usando uma linguagem viva mas facilmente compreensível. No seu relato singular, a consciência cósmica é explicada como uma elevação total do poder místico da kundalini ao longo da coluna, até ao chakra da coroa. O Dr. King descreve ainda como, neste estado, sentiu uma imensa compaixão pela Mãe Terra, que o inspirou mais do que nunca a dar serviço – tanto mais capaz de dar serviço, claro, por ter tido a essa experiência elevada. Constitui um aspeto muito importante da metafísica que, uma vez atingido um estado de excelência, o aspirante espiritual deve ser capaz de se distanciar dele para ajudar os outros, ao contrário de se focar apenas na sua própria beatitude e progresso. Marte Sector 6 descreve de uma forma bela, a maravilha da consciência cósmica com as seguintes palavras:

Há um estádio em que, de uma só vez, a consciência do indivíduo se eleva até alturas tremendas, ilimitadas, sem os limites da mente. Eleva-se até aos elevados reinos da Intuição, da Inspiração Divina. Através do Espaço, onde o tempo permanece completamente parado, inexistente, imóvel.

A CONSCIÊNCIA CÓSMICA, como a flor de Deus, rompe de um botão em flor plena e duradoura.

  1. A Ascensão

O passo seguinte – a sexta das Nova Liberdades – é a Ascensão. É a liberdade do ciclo da reencarnação, também conhecido por “roda do renascimento” – e pode, por isso, ser descrito como estado de imortalidade. Um Mestre Ascenso pode mudar de corpo de tempos a tempos, mas fá-lo-ia conscientemente – sem passar pela velhice ou a infância. E não teriam, ao que parece – de fazer nada disto como nós. O Mestre Ascenso Santo Goo-Ling, por exemplo, mantém-se no mesmo corpo físico há aproximadamente 2 000 anos.

Para alcançar esta Liberdade, o Mestre não tem apenas de ter experienciado a consciência cósmica, como ser capaz de entrar nesse estado por sua própria vontade, o que, pelo que soubemos, é muito mais exigente. A ascensão não pode ser alcançada pela pessoa comum numa vida; isso requer muitas vidas de esforço espiritual sustentado – mas, no entanto, por mais distante que possa parecer, é, segundo Marte Sector 6 nos informa, o direito de nascimento de todos nós alcançar um dia este poderoso objetivo espiritual.

Os Mestres Ascensos não precisam, de modo nenhum, de permanecer neste planeta – mas escolhem fazê-lo, trabalhando principalmente nos bastidores, por assim dizer, para ajudar o resto da humanidade sofredora.

  1. A Existência Interplanetária

Esta é a sétima das Nove Liberdades. Depois de um indivíduo ter aprendido todas as lições que a reencarnação na Terra pode ensinar-lhe, se não permanecer na Terra como Mestre Ascenso, começa a vida como Mestre Cósmico noutro planeta. De notar, porém, que isso não significa, evidentemente, que todos os Mestres Cósmicos provêm da Terra.

Os Mestres Cósmicos existem em planos materiais mais elevados nos seus respetivos planetas. Por isso, o facto de Marte, por exemplo, parecer estéril e inabitado no plano de existência que estamos habituados a observar, não significa que seja inabitado num plano mais elevado, também conhecido por “reino superior” ou “vibração de frequência mais elevada”. No entanto, os Mestres Cósmicos também podem mudar de um plano para outro, incluindo este plano em que vivemos, se for essa a sua opção.

  1. A Existência Saturnina

Esta é a oitava das Nove Liberdades. Uma vez dominada a experiência dos ciclos de vida de outros planetas do Sistema Solar, a inteligência começa a vida em Saturno que, mais uma vez, existiria, evidentemente, a uma frequência de vibração mais elevada do que este plano físico. Saturno é o planeta mais avançado deste sistema – e é de onde veio o Senhor Babaji, e o Avatar Cósmico Sri Krishna, que deu o Bhagavad Gita.

  1. A Existência Solar

A última das Nove Liberdades é a Existência Solar, quando a inteligência se torna parte do próprio poderoso Sol. Escusado será dizer, isso encontra-se a milhões e milhões de vidas de distância – e é um estado tão avançado, que está para além da nossa compreensão. Não obstante, Marte Sector 6 dá-nos um brilhante e atraente vislumbre deste estado exaltado – um estado que é o destino, por mais distante que seja, de todos nós.

O progresso espiritual tem tudo a ver com o serviço. E o Sol é o exemplo vivo do serviço – dando luz, e vida, a todo o Sistema Solar. Daí que, por mais estranho que pareça à primeira vista, esta Liberdade faz, na verdade, todo o sentido em termos metafísicos.

A Vida não acaba aqui

A evolução espiritual vai sempre evoluindo, até alturas cada vez mais elevadas de consciência e serviço – até à absorção total de volta à Fonte Divina – de onde todos viemos no início.

Recomendamos:

Para uma explicação mais aprofundada, visite o Website de As Nove Liberdades, que contém excertos substanciais das palavras de Marte Sector 6 e dos comentários do Dr. King.